— —

Universos Paralelos

Aquela roseira cresceu.
Eu a reguei por muito tempo e ela se foi, mas não morreu.
Continuou vivendo em outra dimensão, num universo parelelo.
Alheia ao meu amor, meu cuidado e minha saudade ela continuou crescendo,
agigantou-se.
Seus galhos se multiplicaram e seu amor foi se esparramando por aí
até ter nova flor, nova em botão, nova em folha.
Meu regador continua se enchendo de água, de amor e de saudade.
Mas estou impedida de derramá-lo.
Meu universo agora é outro.

* foto tirada por mim durante as últimas férias, abril de 2009.
Roseira dentro da Colônia SDAS, Morro do Elefante – Campos do Jordão.
Anna Carla

Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente