apesAR de você

“A Artrite Reumatóide é uma doença inflamatória crônica, severa, debilitante, com localização variada mais comum nas articulações sinoviais e tecidos periarticulares, com dores e deformidades agressivas, consideradas até o momento incurável. No Brasil temos aproximadamente 2 milhões de pessoas com artrite reumatóide, sendo o 2º maior motivo de incapacidade para o trabalho, conforme dados do INSS.” (Fonte: blog da Priscila Torres )

scan0003 - Cópia

Em  2006 eu tive uma dengue cujo quadro apresentou uma certa gravidade posto que tive sangramento nasal e fiquei hospitalizada duas vezes. Pela primeira vez na vida tive medo de morrer. Graças a Deus superei, contudo, depois deste episódio nunca mais fui a mesma. No final deste mesmo ano comecei a sentir dores fortes nas articulações  das mãos e pés, ficando com estes febris e rígidos pela manhã. Depois de uma pesquisa laboratorial minha homeopata de sempre sugeriu que eu procurasse um médico especialista em reumatologia, foi então que recebi o diagnóstico como uma bomba!

Me revoltei e me entristeci. Iniciei um tratamento com drogas pesadas cujos efeitos colaterias me derrubaram. Depois de chorar copiosamente diante de uma médica com  qual não tive empatia alguma,  decidi que não mais faria o tratamento que me fora proposto e retomei meu tratamento com a minha homeopata. Coloquei a doença pra dormir e passei a sonhar com a maternidade outra vez!

Seis meses depois do parto a AR voltou a dar o ar de sua graça e encontrei um outro reumatologista,  Dr. Ricardo, que descobriu  lesões no meu pé direito e  na minha mão direita. Tomei a decisão de retomar o tratamento, desta vez na alopatia.

Estou neste momento vislumbrando uma melhora e me conformando com a mudança radical do meu estilo de vida.

O fato é que apesar da artrite reumatóide eu consegui realizar esse sonho e não só tive meu Joaquim em agosto do ano passado como o amamentei no seio até os  dez meses!!! Uma benção!!!

Estou consciente que não vou morrer disso mas acho que vou morrer com isso portanto, tento conviver com o problema da melhor maneira possível, buscando as melhores soluções, os melhores tratamentos, o melhor estilo de vida para viver intensamente o presente e poder continuar olhando pra frente, porque como diz o poeta: “apesar de você, amanhã há de ser outro dia!”

 *Foto tirada pela querida Gude Brandão no verão de 1991 no Pier de Santos.

2 thoughts on “apesAR de você

  1. Olá Anna, hoje tive a oportunidade de conhecer o Caderno de Cabeceira e descobri uma Anna Carla, além de tudo aquilo (mãe, esposa, profissional etc etc etc) uma Vencedora, isso mesmo, dentro de voce existe uma vencedora, que luta pela vida com sabor especial, de uma guerreira, que cai e levanta como um leão. Aceitar os problemas e as doenças, se torna mais fácil a nossa convivência e das pessoas que nos cercam, a aceitação, da um baile na doença e vivemos o presente que, em certos momentos esquecemos o que realmente temos, quem alimenta a doença, somos nós mesmos, se não alimentarmos ela perde força, e o que eu quero dizer em alimentar??? é ficar se martirizando, se lamentando e enfim…e é isso,é se cuidar e procurar o melhor para se viver ao lado da sua linda família que hoje é o seu bem maior bem precioso. Bjs, Saudades de ti.

    1. Ô Paty querida!
      Muito agradecida pelas lindas palavras!
      Saudades recíprocas, bjbj.

Comments are closed.