Mais um show sobre o nada que conta com o auxílio luxuoso de ótimos entrevistados

O talk show ambulante de Jerry Seinfeld combina café, risadas e carros de colecionador em aventuras movidas a cafeína com os comediantes mais afiados. (Netflix)

Recentemente eu baixei o aplicativo streaming da Amazon só para matar as saudades de Seinfeld, um sitcom “sobre o nada” que foi produzido de julho de 1989 à maio de 1998. Assisti as 9 temporadas em  um mês e meio.

Muito embora a série tenha arrebanhado uma porção de prêmios enquanto esteve no ar e de povoar a minha memória afetiva com ótimas lembranças, assistir novamente depois de tantos anos me colocou para pensar que as conversas de Jerry, George, Elaine e Kramer nos dias de hoje talvez não fossem tão bem vistas.

Humor politicamente incorreto

Todo o reconhecimento das questões feministas, combate ao racismo, inclusão e respeito a minorias que, mesmo a gente reclamando que ainda estamos engatinhando e longe de avançar, acredito que traria muito menos aceitação da série atualmente.

Especialmente as ideias do  personagem George descrito claramente como  pão-duro, desonesto, machista, racista, mesquinho e invejoso. Em alguns momentos da minha maratona eu tentei fazer uma retrospectiva pensando “algum dia eu ri disso? Mas isso não é engraçado, isso é (racismo, machismo, insira aqui seu preconceito favorito)”.

De qualquer modo, teve momentos bem legais de rever da Elaine e do Kramer, meus personagens favoritos.

Comedians in Cars Getting Coffee

A série idealizada pelo próprio Seinfeld estreou em 2012 pelo streaming Crackle , teve 9  temporadas por lá e só agora chega à Netflix que disponibilizou de cara as  4  primeiras temporadas, chamadas  agora de coleção, perfazendo 59 episódios de 16 minutos cada.

A promessa para este ano de 2018 é a décima temporada ou coleção já que a produção acaba de se tornar original Netflix.

Para comprar online acesse http://rede.natura.net/espaco/annacarla

Publicidade

Uma série para amantes de café

Vou confessar que pra mim, que amo café, é bem dificil  ver as passagens de cena ambientadas nas cafeterias, o preparo do café, ahhh, se a tevê tivesse cheiro seria realmente uma covardia!

Especialmente porque assisto esse tipo de programa a noite (e sem café a noite né mores?), depois de colocar as crianças na cama. Já para meu marido, que não curte tanto café, é  tipo “boring”, haha, ele curte mais a descrição dos carros antigos, relíquias de tirar o fôlego!

Convidados de peso

Sem sombra de dúvida esse tipo de talk show, dois amigos indo numa cafeteria jogar conversa fora, não é nada sem bons entrevistados e quanto a isso Seinfeld não economizou.

Para se ter uma ideia vou citar  apenas alguns, meus preferidos, entrevistas tipo “don’t miss it”: Jim Carrey, Alec Baldwin, Sarah Jessica Parker, Tina Fey, Barack Obama, Will Farrel, Julia Louis-Dreyfus, Steve Martin…só gente incrível!

Dá uma olhada no trailer:

Vale a pena conferir.


Anna Carla

Santista ”da gema”. Uma mulher dos anos 50 nascida em 73. Mãe da Sofia desde 2004 e do Joaquim desde 2010. Advogada formada pela Universidade Católica de Santos desde 2001. Costumo dizer que me interessam coisas legais em sentido amplo e estrito. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer. Veja o perfil completo.

Comente

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)
%d blogueiros gostam disto: