entretenimento

Projeto “Berro de Betina” inicia dia 11 de agosto em Santos e busca resgatar as conversas de bar, indo além do contato via redes sociais

Com realização da revista Sanatório Geral, Betinho Neto receberá convidados para bate-papo no bar Casa Velha, uma vez por mês

 

“Já parou para pensar no quanto a gente não conhece do outro, suas ideias e aflições? No mundo atual, nos esquecemos aos poucos de perguntar ou questionar, preferimos o embate. Gostamos de ouvir a opinião dos outros, pelos outros e o que as redes sociais dizem. E se gente marcasse para se conhecer de verdade? Cara a cara, bebendo é claro”. O convite é do designer da revista eletrônica Sanatório Geral, Betinho Neto, que inicia um novo desafio a partir do dia 11 de agosto: o projeto “Berro de Betina”.

Para comprar online acesse: http://rede.natura.net/espaco/annacarla
Publicidade

O Berro de Betina aposta no encontro, no olho no olho, e na antiga conversa de bar que foi se desfazendo com o surgimento da internet e redes sociais. Com irreverência e personalidade marcante, o idealizador Betinho Neto receberá convidados no Bar Casa Velha para bater um papo, com cerveja, grito e palavrão. “Queria mostrar as pessoas para as pessoas. A ideia é sairmos um pouco do online e resgatarmos aquela experiência de “vamos tomar uma breja”, e conhecer gente nova, reconhecer os velhos amigos e poder se divertir e ouvir o outro, indo além dos vídeos e fotos online”, comenta Betinho Neto.

Leia também: Coletivo de Arte Santista e EmBazar se unem no Cultiva 

Convidados

Raquel Pellegrini

Para este primeiro encontro, os convidados para a mesa de bar são a coordenadora de cinemas da Prefeitura Municipal de Santos Raquel Pelegrinni e o músico e compositor Vinicius Silvino, para um bate-papo sobre projetos, vida e mundo. “A ideia é humanizar personagens da nossa cidade, mostrando que eles são como nós”, complementa o idealizador.

O projeto irá acontecer uma vez por mês, sempre às sextas, às 21h, no Quintal Casa Velha, tradicional local de encontro de moradores santistas no bairro Gonzaga. A entrada é gratuita, no esquema “pague quanto puder”. Depois do bate-papo, o encontro se estende até 1 da manhã com música ao vivo da convidada e Dj Raquel Pellegrini.

O projeto tem a realização da Revista Sanatório Geral com apoio de A. Cervantes Fotografia, Mostra das MINAS, coletivo Dose de Inspiração e Bar Casa Velha.

Sobre o idealizador

Betinho Neto, foto por A. Cervantes Fotografia.

“Oi, meu nome é Betinho Neto mas depois de umas doses viro Betina, essa entidade que grita… Eu sou leonino com ascendente em Peixes e Lua em Touro. Minha mãe se chama Jarina – é nome de uma planta – e meu pai se chama Roberto, e por isso me chamo Roberto (até por que meu avô se chamava Roberto e pediu esse nome pra minha mãe). Eu não me acho simpático, eu realmente me acho louca…”

 Serviço

O BERRO DE BETINA, com Betinho Neto

Quando: 11 de agosto (sexta-feira)

Horário: 21h (seguido de festa até 1h da manhã)

Onde: Quintal Casa Velha (fundos do bar Casa Velha – Othon Feliciano, Gonzaga)

Quanto: Entrada gratuita – Pague quanto puder

*CONVIDADOS – Raquel Pelegrinni (Secretaria adjunta de Cultura de Santos) e Vinicius Silvino (músico e compositor)

Com informações de QG Sanatório

Anna Carla

Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

1 thought on “Projeto “Berro de Betina” inicia dia 11 de agosto em Santos e busca resgatar as conversas de bar, indo além do contato via redes sociais

Comente