bem estar

Meditando com Japamala

Utilizado largamente por várias tradições espirituais e religiosas o Japamala é muito útil e eficaz na meditação

Foto: arquivo pessoal

Já falei aqui no blog algumas vezes sobre a meditação e seus benefícios, falei sobre como meditações guiadas e aplicativos podem te ajudar a começar uma rotina de meditação mas, no post de hoje vou falar sobre a meditação com o uso do Japamala.

A meditação com o uso do Japamala, assim como a prática de mantras, tem sido usada por séculos como ferramenta poderosa para acalmar, centrar, curar e colaborar na evolução espiritual a fim de caminharmos na busca do melhor de nós.

São inúmeras as linhagens das tradições hindu e budista que utilizam o Japamala para meditação com mantra. Segundo estas tradições, o número 108 é muito auspicioso e a meditação usando Japamala pode ser uma ferramenta para se alcançar andares mais elevados na evolução espiritual.

Mais do que um colar charmoso

Sempre gostei bastante de colares de contas, tanto que quando fiz minha consultoria de estilo com a Érica Minchin fiquei me questionando se dentro de mim tinha uma alma hippie haha, mas na investigação do estilo pessoal descobri que meu interesse ia além da aparência charmosa desse acessório, descobri que o Mala é um adorno para a alma.

Afinal, o que é um Japamala?

Segundo Paulo Rodrigues Simões do site Eu Sou Luz :

“Japa” é uma palavra em sânscrito que vem da raiz verbal “jap”, que significa “murmurar, sussurrar”. “Japa” é a prática feita pelos yogis na repetição em tom de murmúrio de mantras, de passagens das escrituras, ou do nome de uma divindade.

A repetição destes mantras, o “Japa”, é uma “corrente”, um “cordão de energia”. Mala é uma palavra de vários significados em sânscrito, porém neste caso, ela quer dizer, apenas, “cordão de contas”.

Temos então duas correntes, uma espiritual, “Japa” e outra material, “Mala”. Assim, as energias espirituais invocadas “Japa”, energizam o “Mala”. Geralmente, o “mala”, utilizado para o “japa”, “murmurar”, contém 108 contas. Um Mala pode conter contas que também formam divisões de 108, de modo que o mesmo cálculo possa ser mantido.

Chegar ao “Meru”, a conta central no mala, mostra que você fez o seu “japa” por 108 vezes. Completar o circuito de 108 mantras é um passo a mais no caminho da elevação espiritual. Cada Volta realizada no “Mala”, é um degrau na escada para a união com o éter divino.

Um “mala” estimula seu usuário a fazer os “japas” diariamente.

Mantras

Quando decidi iniciar minha prática Japamala eu já vinha praticando Ho’pono pono há algum tempo. Pra quem não conhece esse é um mantra de limpeza havaiano e sua prática limpa memórias, melhora relacionamentos, abre caminhos. Dá play nesse vídeo com a terapeuta Regina Resteli que dá pra ter uma ideia do que é o Ho’pono pono.

Mas você pode usar o mantra da sua preferência, pode ser de  o origem tibetana para eliminar medos OM TARE TUTARE TURE SOHA, pode ser o mantra da compaixão OM MANI PADME HUM, pode ser o da proteção da Kabala KODOISH KODOISH KODOISH ADONAI TSEBAIOTH, enfim, você pode usar uma infinidade de mantras desde que você  use o mesmo mantra por pelo menos 40 dias seguidos.

Segundo Beto Avaha “Seu Mala pode ser imantado com o poder de “Japa” de seu mantra. O mala ficará carregado da energia do poder do mantra entoado/ murmurado/ meditado, e você poderá colocá-lo ligeiramente sobre si ou em outros, para transmitir a energia do mantra, armazenada na mandala de luz, formada em seu Mala.”

Para comprar online acesse: http://rede.natura.net/espaco/annacarla
Publicidade

Praticando Japamala

Se você não é muito disciplinado vale colocar um lembrete no celular, um alarme pra tocar uns minutinhos antes do horário escolhido para sua prática. Eu particularmente gosto bastante de fazer pela manhã, antes de começar as atividades e compromissos do dia, parece que tudo flui melhor depois da prática.

Escolha um local tranquilo onde você não será interrompido.

Sente-se confortavelmente em posição de lótus no chão ou sente-se em uma cadeira, desde que a  coluna esteja ereta, o queixo alinhado no horizonte e as plantas do pé estejam no chão é permitido.

Respire calma e profundamente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca, faça isso por  pelo menos umas três vezes, prestando total atenção na respiração.

Depois segurando seu Mala com a mão direita, segure a primeira conta entre o polegar e o dedo médio e faça o mantra verbalizando ou apenas mentalmente, passe para a segunda conta repita o mantra, e passe para e terceira conta e assim por diante até completar a volta toda no Mala.

O ideal é que o Mala fique suspenso, com a mão direita na altura do coração. (Chakra Cardíaco). Segundo Liliane Tang O polegar representa seu chakra da garganta e o dedo do meio representa o éter divino no chakra do coração. Assim, como estamos nos comunicando com seres elevados do plano etéreo, este mudra aumentará nosso poder de comunicação espiritual. Observe que esse mudra é o da Deusa Kuan yin, é o mudra do Amor.”

Lembrando você só ira se beneficiar das práticas, se estiver determinado e comprometido consigo mesmo, a praticar todos os dias.E só sentirá os benefícios das práticas ou Mantras se o fizer por no mínimo 40 dias seguidos, o mesmo mantra.

Escolhendo o seu Japamala

O Japamala deve ter 108 contas  que podem ser de pedras naturais, cristais, madeira ou  sementes  de Rudraksha também conhecidas como olho de Shiva.

Se você desejar integrar terapia de cristais de rochas na sua meditação, ajuda a desenvolver os resultados.

No momento da escolha é importante escolher pedras que focam nos resultados que você está procurando na sua meditação. Por exemplo  para o amor use quartzo rosa, para transformação e espiritualidade use ametista, para saúde e bem estar o quartzo verde e assim por diante.

A minha, que está na foto acima,  é de madeira, é levinha e perfumada. Eu comprei na última edição do Projeto Coletivo e é da Jaya JapamalasAchei um bom preço além de ser bem bonita. No próximo fim de semana, dias 03 e 04 de junho a Jaya vai estar no Mercado Mundo Mix que acontecerá no Teatro Municipal de Santos, vale dar uma passada por lá.

Praticando Japamala em grupo

Vai acontecer no próximo dia 09/06  às 18 horas, no Avaha Estúdio de Yoga um encontro de Japamala.

A ideia é  se  reunir nesse dia para cantar mantras sagrados utilizando o Mala (colar), trazendo a atenção para o significado das palavras do mantra, fazendo a contagem repetitiva (japa) do colar.

A entrada é gratuita e o Avaha Estúdio de Yoga fica na Avenida Bernardino de Campos nº 402 sala 11, Campo Grande em Santos.

Mais informações na página https://www.facebook.com/avahayoga

Boa prática!

 

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente