Às portas do meu aniversário de 43 anos, sinceramente vou dizer que,

velha mesmo nos dias de hoje, acho que nem a sua avó.

CC0 - Public Domain - Pixabay

Antes de mais nada, dá o play neste vídeo aqui, acho que é uma boa trilha sonora enquanto você lê esse texto. Essa música é do EBTG (Everything But the Girl, uma das minhas bandas favoritas de todos os tempos do mundo) com o Massive Atack que dispensa comentários.

Eu brinquei de boneca até os 15 anos, entrei na faculdade com 23 anos e me formei com 28, casei com 26 e fui mãe pela primeira vez com 30 e a segunda com 36, comecei o blog aos 33 quando recebi o diagnóstico de Artrite Reumatóide e dez anos depois escrevi e lancei um livro que determinou uma mudança profissional… Isso aos  quase 43 anos de idade.

Acho que desde que me conheço por gente sou considerada por muitos #muitovelhapraisso. Na próxima quinta-feira eu completo 43 anos de idade, e não fosse a minha imagem no espelho eu não me atribuiria essa idade toda, me sinto começando em tantas coisas, me sinto aprendendo ainda, com mais experiência é verdade, com um pouco menos de frescor mas sempre renovada.

Olho no espelho e vejo as marcas do tempo, quase sempre implacável, e por mais que eu sinta um pouco de saudade da juventude, eu não as trocaria por uma pele lisinha.  Acho de verdade que o meu melhor momento é agora.

É claro que eu me cuido, esfolio uma vez por semana, uso hidratante com filtro solar e tom de base, demaquilante e sabonete leve pra lavar o rosto todos os dias. Como diz sabiamente a Constanza Pascolato é um restauro, porque o que a gente gosta tem que conservar, tem que cuidar.

Vejo minha mãe, que vai completar 80 anos em abril do ano que vem, minhas tias, primas, amigas contemporâneas e tantas mulheres fantásticas que, sinceramente, não vejo motivo para que a gente se ache velha pra nada, velho mesmo, fora de moda eu diria, somente o preconceito de algumas pessoas.

Para comprar online acesse: http://rede.natura.net/espaco/annacarla/chronos-51b?_requestid=495803

Conheça a nova linha Chronos de Natura

Se você gosta de si, se cuidar só pode ser um prazer. Não pra ficar com carinha de 18 anos não, mas preservando sua beleza e respeitando sua trajetória…É isso que a nova linha Chronos da Natura faz por você, valoriza quem você é, clique na foto para conhecer a linha completa.

Agora, deixo com vocês alguns momentos da minha vida que merecem ser compartilhados.

Viva seu melhor momento, ele é agora.

Textos sobre produtos retratam a opinião da autora após a experiência de uso, mesmo que não solicitada.

Clique aqui e conheça os  termos de uso  do Caderno de Cabeceira e saiba mais sobre  a nossa política de anúncios.


Anna Carla

Santista ”da gema”. Uma mulher dos anos 50 nascida em 73. Mãe da Sofia desde 2004 e do Joaquim desde 2010. Advogada formada pela Universidade Católica de Santos desde 2001. Costumo dizer que me interessam coisas legais em sentido amplo e estrito. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer. Veja o perfil completo.

2 Comentários

Sah · 24/10/2016 às 9:40 pm

Amei o texto Anna! E ta muito louco quem acha que vc velha!

Você ao da tem muito para aproveitar nessa vida, e te desejo todo o sucesso e properidade em seus dias!

Um beijooo

    Anna Carla · 28/10/2016 às 11:12 am

    Obrigada Sarah, você é uma querida!

Comente

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)
%d blogueiros gostam disto: