gastronomia

Vem aprender a fazer a receita do meu frango com Shoyo

Uma receita fácil, prática e saudável para agradar o paladar de toda a família

cadernodecabeceira-comQuem me acompanha por aqui sabe que eu sou fã da Chefe de Papinha, e adoro os métodos dela para incluir cores na alimentação dos pequenos. Além disso procuro uma alimentação equilibrada para mim e para toda a família.

Uma receita campeã aqui em casa, tipo unanimidade mesmo, todo mundo curte, é o meu  Frango com Shoyo. Deve ter gente imaginando “Shoyo? Para agradar as crianças e ser saudável? Esse tipo de molho tem muito sódio, credo!” Mas eu garanto a vocês que se você usar a versão light da Sakura Alimentos  na quantidade estipulada nessa receita super fácil de fazer, vai ficar temperadinho no ponto e com um teor de sódio bem reduzido. Toma nota da receita:

ingredientes

500g de peito de frango cortado em cubos grandes

150 gramas de extrato de tomate (pode ser uns 4 tomates grandes sem pele e sem sementes passados no processador)

1 cebola grande picada

200 gramas de milho verde (costumo comprar aquele que é cozido no vapor, mas pode ser em lata mesmo)

50 ml de Molho Shoyo Light, eu uso da Sakura Alimentos

Salsinha e cebolinha picada à gosto

Azeite suficiente para refogar

E, se você achar necessário, uma pitada de sal no final.

O modo de preparo é bem simples, é tipo vapt-vupt, vai de encontro a minha rotina super corrida da semana com as crianças na escola.

Antes de tudo, eu faço o que chamo de marinada, coloco o frango numa tigela com o Molho Shoyo Light Sakura Alimentos, como está na foto acima,  e reservo. O tempo de picar os outros ingredientes e refogar a cebola costuma ser suficiente.

Refogo a cebola no azeite até ficar transparente, em seguida acrescento o frango já com o Molho Shoyo Light Sakura Alimentos, deixo fritar bem, virando na panela com uma colher de silicone. Quando estiver bem uniforme eu tampo a panela e deixo cozinhar de  3  a 5 minutos.

Para comprar online acesse: http://rede.natura.net/espaco/annacarla
Publicidade

Depois disso acrescento o extrato de tomate e o milho verde, misturo bem, depois acrescento a salsinha e a cebolinha, tampo a panela, abaixo o fogo e deixo cozinhar por mais uns 2 minutinhos. Daí é chegada a hora de provar e ver se é necessário acertar o sal ou não. Para o nosso paladar aqui em casa raramente coloco essa pitada de sal no final mas, se você desejar, fique à vontade.

Aqui a família toda adora essa receita e eu costumo fazer uma vez por semana, acompanhamos com arroz integral, feijão e salada de alface.

Faz aí e depois me conta nos comentários se a sua família curtiu.

Até qualquer hora!

Textos sobre produtos retratam a opinião da autora após a experiência de uso, mesmo que não solicitada.
Clique aqui e conheça os  termos de uso  do Caderno de Cabeceira e saiba mais sobre  a nossa política de anúncios.

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente