bem estar

Como ‘turbinar’ a alimentação da família contra a gripe

Além das vacinas e dos cuidados com higiene, uma alimentação saudável e balanceada também ajudam na prevenção

Com os casos de gripe H1N1 se multiplicando e causando mortes, os cuidados diante desse surto já estão incorporados à rotina de muitas pessoas. Lavar as mãos com água e sabão, usar álcool gel, evitar locais com aglomerados e não dividir objetos de uso pessoal são algumas das formas de prevenção. A vacinação também é recomendada pelos órgãos de saúde. A procura tem gerado longas filas em clínicas particulares, cujas doses são insuficientes para a demanda.

Uma outra ‘receita’ para se reduzir as chances de contrair a doença é bem mais simples, mas nem sempre recebe a atenção que merece: a ingestão de alimentos saudáveis. Frutas, verduras, legumes e até peixes são excelentes aliados das proteções naturais do organismo.

Jornalista especializada em alimentação infantil, cozinheira profissional e culinarista, Nathália Donato, mais conhecida como a Chefe de Papinha, lembra que reforçar a imunidade da criança por meio da alimentação saudável é uma ferramenta poderosa e acessível. “Você pode iniciar esse tipo de cuidado hoje mesmo, sem precisar esperar que seu filho fique doente. É o que mais procuro fazer aqui em casa com a Gabriela, minha filha”.

Essa preocupação é embasada pela nutricionista parceira da Chefe de Papinha, Nathália Guedes, que aponta a necessidade de um olhar mais atento para o que servimos no prato dos pequenos. “Para fortalecer o sistema imunológico, devemos ter uma alimentação sempre bem variada, com todos os grupos alimentares, pois um complementa o outro”, explica a nutricionista.

Nathália Guedes e Nathália Donato
Nathália Guedes e Nathália Donato

A Chefe de Papinha destaca que os cuidados convencionais com a higiene, vacinas e outros não devem ser descartados, mas alerta que, antes de tudo, é preciso olhar para o prato do seu filho. “O que ele está comendo, se ele está se hidratando o suficiente com água, se consome frutas, legumes e verduras todos os dias, mais de uma vez por dia. Quando a minha filha dá os primeiros sinais de que pode vir uma gripe, eu logo vou para a cozinha caprichar na sopa de legumes, corto laranja e outras frutas. Tudo para protegê-la da maneira mais simples de todas: com a alimentação”.
A dupla de especialistas lista aqui alguns alimentos que podem ajudar a turbinar a imunidade da criança e de toda a família.

VITAMINA C
“A vitamina C presente nas frutas é ótima para essa finalidade. Estamos na época da goiaba, que é super-rica em vitamina C, assim como as frutas cítricas”, ensina a nutricionista Nathália Guedes. Uma das dicas ensinadas nos cursos da Chefe de Papinha – já como forma de auxiliar na absorção de ferro das refeições – é oferecer uma fruta rica em vitamina C logo após o almoço ou jantar. “Se a criança tem dificuldade em aceitar frutas, você pode torná-las mais atrativas, fazendo um espetinho de frutas ou usando cortadores divertidos”, comenta a Chefe de Papinha.

http://rede.natura.net/espaco/annacarla/dia-das-maes-cat730011?_requestid=3077106
Publicidade

COMPLEXO B
“O inhame é um tubérculo que nos fornece energia e é muito rico em vitaminas do Complexo B, que ao chegarem no nosso intestino fazem a síntese, ou seja, formação de outras vitaminas e bactérias benéficas. São elas que fortalecem a nossa barreira intestinal e melhoram o sistema imunológico como um todo”, explica Nathália Guedes.
A dica da Chefe de Papinha é fazer chips assados de inhame: corte o tubérculo em rodelas finas, deixe na água gelada por cerca de 15 minutos, seque e asse em forno médio com um pouco de azeite até dourar. Tempere com sal e alecrim e sirva no lanche da tarde ou como acompanhamento no almoço.
“Para o jantar, você pode preparar um sopão de legumes, como o da linha de congelados da Chefe de Papinha, que leva inhame, cenoura, abobrinha, músculo e lentilha. Também gosto muito de usar inhame para engrossar sopas e caldos. Cozinhe o inhame, amasse até formar um purê e acrescente na sopa de feijão ou no creme de ervilha. Dá cremosidade e turbina a refeição ao mesmo tempo”, orienta Nathália Donato.

Peixe assado
Peixe assado

ZINCO
Alimentos ricos em zinco também são importantíssimos para a saúde das crianças – e de adultos –, pois o zinco ajuda a manter a imunidade do organismo como um todo. O peixe é um dos alimentos ricos em zinco e têm fácil aceitação entre as crianças.
Uma receita simples e gostosa é assar o filé de linguado, pescada, tilápia ou salmão sobre uma cama de tomate, cobrindo o peixe com fatias de cebola e pimentões vermelho e amarelo, azeite, orégano e sal. Cubra com papel alumínio e asse em forno médio por cerca de 20 minutos. Depois, tire o papel alumínio e asse por mais 10 a 15 minutos (pode variar para cada forno). “A cebola é excelente para gripe, principalmente para a expectoração. Esse peixe pode ser servido com uma batatinha cozida e couve refogada. É um prato bem combinado e saboroso”, ensina a Chefe de Papinha.

Nathália Donato, a Chefe de Papinha, é jornalista especializada em alimentação infantil, cozinheira profissional e culinarista. Dá aulas de culinária em escolas, realiza oficinas de culinária em eventos particulares e corporativos, ministra palestras sobre alimentação saudável, dá cursos de introdução alimentar para bebês e produz uma linha de papinhas e comidinhas congeladas.

Por Fabiana Honorato

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

1 thought on “Como ‘turbinar’ a alimentação da família contra a gripe

Comente