Hoje é dia 8 de março mas, eu não vim aqui pra “fazer a culta” e lembrar das operárias da fábrica de tecidos que foram assassinadas em 1857, isso qualquer criança acha no Google fazendo pesquisa escolar.

Também não vim aqui hoje para falar da campanha “não me dê flores”, muito menos vim me atrever a falar de feminismo já que tem tanta gente boa  que já faz isso. Também não estou aqui a favor de nenhuma marca  ou lugar que se aproveita desta data para vender mais.

Sabe, eu gosto de flores. Quando era mais jovem gostava muito de recebê-las, em um belo bouquet. Hoje, acho que prefiro apreciá-las na natureza prolongando-lhes um pouco a vida que é, muitas vezes, tão breve.

Breve como a vida de muitas mulheres vítimas de violência ou clínicas de aborto.

Hoje eu vou louvar a todas as mulheres que tem empatia pelo sentimento das outras, que deixam a competitividade de lado, que vêem a outra como companheira de batalha e não como uma rival.

Neste dia “ofereço uma flor” para cada mãe que, como eu, faz de tudo para criar seu menino livre de machismo. Porque esse, não podemos esquecer, começa dentro de casa.

Que sejamos menos preocupadas com aparência, e muito mais com essência.

Feliz dia 8 de março, pra nós.

 


Anna Carla

Santista ”da gema”. Uma mulher dos anos 50 nascida em 73. Mãe da Sofia desde 2004 e do Joaquim desde 2010. Advogada formada pela Universidade Católica de Santos desde 2001. Costumo dizer que me interessam coisas legais em sentido amplo e estrito. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer. Veja o perfil completo.

Comente

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)
%d blogueiros gostam disto: