Pratos leves e em horários adequados são algumas das dicas

O Natal e o Ano-Novo se aproximam e os preparativos incluem a escolha dos pratos para as ceias. Dá até pra sentir o cheirinho do assado no forno, imaginar os acompanhamentos e sonhar com a sobremesa que arremata a noite, não é? E se tiver criança na família, o cardápio precisa se ajustar às necessidades delas, evitando certos preparos e respeitando os horários das refeições.
Quem faz o alerta é a jornalista especializada em alimentação infantil e cozinheira profissional Nathália Donato, a Chefe de Papinha, cujo trabalho conta com a consultoria de uma pediatra e uma nutricionista. Aqui, elas reúnem dicas importantes para essas celebrações.
Nathália explica que há alimentos típicos desses festejos que não podem ser oferecidos aos bebês como menos de 1 ano, como oleaginosas (castanha-do-pará, nozes, amêndoas e outras), carne de porco e frutos do mar, este último liberado somente para crianças acima de 2 anos, pelo risco de alergia alimentar.
“Cuidado também com molhos feitos com ingredientes que podem causar alguma reação alérgica no seu pequeno. Se seu filho ainda está na fase das papinhas, prepare uma bem gostosa para ele acompanhar as refeições da família”, orienta.
A especialista sugere aproveitar alguns itens das ceias, para os que têm mais de 1 ano, como aves com batatas cozidas, arroz com passas ou frutas secas e a farofa (sem linguiça, de preferência). “Uma boa salada de folhas com tomate, lentilha, cebola e carne ou peixe assados também caem bem nessas ocasiões”.
A pediatra Marianna Rodrigues Ferreira, que faz consultoria para a Chefe de Papinha, frisa que a ceia deve ser servida mais cedo para as crianças, até no máximo 21 horas. Após esse horário, só alimentos leves. “Não é porque são festas que temos de esquecer todas as regras alimentares e relaxar”.
O ideal, conforme a nutricionista da Chefe de Papinha, Nathália Guedes, é manter a alimentação de rotina, com arroz, feijão, uma proteína, verduras, legumes e muita fruta. “Nessa época, as pessoas comem alimentos mais gordurosos, fazem refeições rápidas e, às vezes, as crianças entram nessa onda”.

10401020_214255908907073_7910185348186419721_n

Moderação
Na hora da sobremesa, evite doces muito açucarados e em porções excessivas, que provocam agitação à noite, e priorize as frutas, especialmente as suculentas. “Capriche na varieade e aproveite as da época, como a romã, a lichia, a cereja, o damasco, o figo, além da ameixa, do pêssego e da uva. Isso vale até para os bebês!”, ensina a Chefe de Papinha.
A pediatra reforça a necessidade de aumentar a oferta de água e apostar em sucos naturais também. “Uma receita bem legal é bater água de coco com fruta, como melancia, laranja ou pêssego. Fica uma delícia”, completa a nutricionista. “E nada de refrigerante”, enfatiza Nathália Donato.
E para que as ceias sejam saudáveis e saborosas para toda a família, confira as principais dicas da equipe da Chefe de Papinha:

– Evite carne de porco, oleaginosas e molhos condimentados para crianças com menos de 1 ano
– Não ofereça frutos do mar para crianças com menos de 2 anos
– Evite alimentos gordurosos e açucarados
– Priorize pratos leves, com saladas, verduras e legumes
– Mantenha a rotina alimentar da criança, sem pular refeições
– Ofereça frutas da época e suculentas, como pêssego, ameixa, cereja, melancia, abacaxi, melão, pera e uva
– Aumente a oferta de líquidos, lembrando que nada substitui a hidratação com água
– A água deve ser de procedência conhecida e filtrada, nunca de bebedouros públicos
– Antecipe o horário da ceia para as crianças, se for servi-la mais tarde
– Bebês que já fizeram a introdução alimentar podem e devem comer frutas

Por Fabiana Honorato


Anna Carla

Santista ”da gema”. Uma mulher dos anos 50 nascida em 73. Mãe da Sofia desde 2004 e do Joaquim desde 2010. Advogada formada pela Universidade Católica de Santos desde 2001. Costumo dizer que me interessam coisas legais em sentido amplo e estrito. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer. Veja o perfil completo.

15 Comentários

Ana Julia · 28/08/2016 às 10:39 am

Com toda certeza… é essencial prestarmos atenção ao que nossos bebês andam comendo, parabéns.. muitas mães ainda precisam de um curso para isso. rsrs

Luiza · 15/10/2016 às 11:16 pm

Olá Muito legal seu artigo, Há muito tempo eu vinha pesquisando sobre artesanatos, tiara para crianças, mas nunca que achava um artigo que explicava tão bem como o seu, por isso eu salvei seu blog em meus favoritos, pra estar te acompanhando sempre. Muito obrigado pelo artigo e parabéns pela dedicação em seus artigos.

Alessandra Lúcia · 25/11/2016 às 12:36 pm

Este era o artigo que eu estava precisando, pois já abriu meus olhos em questões que sempre passou despercebido por mim e que podia prejudicar minha filha. Só tenho que agradecer.

Alessandra Lúcia postou recentemente – tiaras para bebe

    Anna Carla · 26/11/2016 às 11:32 pm

    Oi Alessandra fico feliz de ter ajudado de alguma forma 🙂

      Alessandra Lúcia · 27/11/2016 às 7:01 am

      A felicidade é toda minha. Muito obrigada 😉

Nathália Crespo · 17/12/2016 às 9:19 am

Seu artigo está completíssimo…encontrei aqui o que vinha procurando a horas, muito obrigada pelas dicas Anna, vou acompanhar de perto o seu blog. Beijinhos.

    Anna Carla · 26/12/2016 às 1:53 pm

    Que bom, obrigada!

Joice Franco · 26/12/2016 às 2:13 am

Oi Anna,
gostei muito das dicas 🙂

Ashley · 15/01/2017 às 9:19 pm

Adorei as dicas Obrigado Por Compartilhar Ana Carla

Ashley · 16/01/2017 às 10:17 pm

adoro ceia

adrianaa · 31/01/2017 às 10:34 pm

Com toda certeza é essencial prestarmos atenção ao que nossos bebês andam comendo, parabéns muitas mães ainda precisam de um curso para isso.

Nanda · 10/04/2017 às 10:37 pm

Parabéns pelo artigo. Gostei muito das suas dicas.
Gosto de acompanhar de perto a alimentação dos meus filhos, ainda mais nesse tempo em que praticamente tudo em encontramos é industrializados.
Parabéns pela abordagem.

Wanda · 26/04/2017 às 12:19 am

Excelente post. Devemos estar sempre alerta quanto a alimentação dos nossos filhos. Quanto mais saudável, melhor!
Gostei do seu artigo. Parabéns.

Paula · 28/04/2017 às 1:35 pm

Nossa, que artigo hein. Meus parabéns!

É difícil encontrar pessoas que disponibilizam conteúdo assim rsrs. Obrigado Flor! Abraços!

    Anna Carla · 29/04/2017 às 12:32 pm

    Obrigada, volte sempre 🙂

Comente

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)
%d blogueiros gostam disto: