vida simples

Curso prático desvenda o ABC das papinhas

A aula é apostilada, com a presença da nutricionista e inclui o preparo de uma refeição para bebê

                 A comercialização e a propaganda de leites artificiais, papinhas, fórmulas e produtos farináceos para bebês e crianças estão no alvo de novas regras, definidas por um decreto que regulamenta a Lei 11.265, de 2006. Anunciadas pela presidente Dilma Rousseff durante a 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, no último dia 3, as mudanças têm como principal objetivo diminuir o uso de industrializados durante a fase de amamentação.

Outro argumento para rever as normas é o de estimular uma alimentação saudável desde a introdução das papinhas na vida do bebê. Mas, o preparo dessas primeiras refeições requer conhecimento e cuidados específicos, para que esse contato seja prazeroso e saudável para toda a família.

É justamente esse universo de descobertas que será abordado no próximo dia 17, das 19 às 21 horas, durante mais um curso prático de papinhas realizado pela Chefe de Papinha, em Santos. Serão detalhados os principais pontos da introdução alimentar, como frutas, refeição principal, líquidos, alimentos permitidos e proibidos. E os participantes aprenderão a preparar uma papinha completa, feita na hora.

Nathália Donato, criadora da Chefe de Papinha, irá tirar dúvidas comuns à maioria dos pais, que, muitas vezes, saem do consultório do pediatra confusos diante dessa missão. “Fazemos essa ponte para facilitar o trabalho dos pais, oferecendo informações para que façam escolhas conscientes. Todo o trabalho é norteado pelas diretrizes da Sociedade Brasileira de Pediatria”, resume a Chefe de Papinha.

Entre os mitos relacionados à introdução alimentar, e que são esclarecidos no curso, estão o uso ou não de sal nas papinhas, a escolha entre suco ou fruta in natura e a consistência da refeição. “A partir dos seis meses, a papinha precisa ter todos os grupos alimentares e ser bem amassadinha, mas sem peneirar ou processar”.

Acostumada a transmitir esses conhecimentos a mamães, avós e babás que lidam com bebês, Nathália Donato destaca que com as dicas é possível também planejar as refeições do bebê a longo prazo, congelando as papinhas em potinhos e prevenindo-se para viagens e passeios. “Não é muito difícil criar bons hábitos alimentares. A gente pode levar uma pera e uma colher na bolsa, por exemplo, e oferecer uma fruta fresca para o bebê, em qualquer lugar, sem muito trabalho”.

Podem participar mães sozinhas ou o casal. O curso é pago, apostilado, terá a presença da nutricionista da Chefe de Papinha, Nathália Guedes, e será realizado à Rua Nabuco de Araújo, 97, no Boqueirão, em Santos. As vagas são limitadas e para reservá-las é preciso fazer inscrição pelo e-mail chefedepapinha@gmail.com.

 

Conheça a Chefe

A Chefe de Papinha nasceu junto com a vontade de sua criadora, Nathália Donato, de oferecer uma alimentação caseira e saudável à filha. Jornalista especializada em alimentação infantil e cozinheira profissional, ela realiza cursos de introdução alimentar, preparo de lancheiras e refeições em família, ministra oficinas culinárias e palestras sobre alimentação saudável e ainda produz uma linha de papinhas e comidinhas caseiras. A novidade é o trabalho nas escolas, feito com a consultoria da nutricionista Nathália Guedes.

Saiba mais:www.chefedepapinha.com.br,  facebook.com/chefedepapinha ou (13) 99177-0131.

Por Fabiana Honorato 

 

 

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

3 thoughts on “Curso prático desvenda o ABC das papinhas

Comente