cinema

Veja a programação do CineClube Pagu que começa nesta quarta-feira

A programação vai do mês de outubro à dezembro de 2015, a exibição acontece sempre às quartas-feiras a partir das 19 horas e a entrada é franca.

O Cineclube Pagu exibirá, entre outubro e dezembro, oito  filmes de diversas épocas, em três ciclos temáticos: “Ciclo Comédias de Shakespeare”, “Ciclo Brasil em Quatro Décadas” e “Ciclo Musicais Icônicos”.

Após cada exibição, haverá um bate-papo com os curadores.

Os jornalistas Carlos Cime e Marcelo Pestana são editores da newsletter on-line Colunas & Notas, periódico sobre artes e lazer. Fizeram parte do júri e mediaram debates em edições do Festival Curta Santos. Cime foi o designer gráfico e Pestana, o coordenador operacional da Coleção Aplauso, série de livros editada pela Imprensa Oficial sobre a vida e a obra de grandes nomes da cultura do Brasil.

banner_2990

Comédias de Shakespeare

 21/10

A Megera Domada

(The Taming of the Shrew – 1967 – Itália / EUA – 122’)

Direção: Franco Zeffirelli   

 28/10

Muito Barulho Por Nada

(Much Ado About Nothing – 1993 – EUA / Reino Unido – 111’)

Direção: Kenneth Branagh    

 Brasil em Quatro Décadas

04/11

O Pagador de Promessas

(1962 – Brasil – 98’ – Preto e Branco)

Direção: Anselmo

11/11

O Rei da Noite

(1975 – Brasil – 97’)

Direção: Hector Babenco    
18/11

Fogo e Paixão

(1988 – Brasil – 90’)

Direção: Marcio Kogan / Isay Weinfeld    
25/11

Durval Discos

(2002 – Brasil – 96’)

Direção: Anna Muylaert

 Musicais Icônicos

02/12

Fama

(Fame – 1980 – EUA – 134’)

Direção: Alan Parker

09/12

O Baile

(Le bal – 1983 – Itália / França / Argélia – 110’)

Direção: Ettore Scola

 

CINECLUBE PAGU

Coordenação: Carlos Cirne e Marcelo Pestana

Local: Sede da Oficina Cultural Pagu

Rua Espirito Santo nº 17- Bairro Campo Grande em Santos.

21/10 a 9/12 –  quartas feiras – 19h às 21h
Classificação: 12 anos
20 lugares por sessão

Entrada Franca

Por Ricardo Vasconcellos

 

Anna Carla

Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente