vida simples

Minha experiência de compras pós consultoria

Minha experiência de compras pós consultoria

Se você é um dos meus seguidores no Instagram já está sabendo  eu venci o desafio “Mais feliz com meu armário” da Érica Minchin.

11102940_840786245968996_8727780744116168305_nGanhei uma consultoria à distância e vou dizer, me ajudou pacas!

Primeiro você responde um questionário elaborado pela Érica e depois de acordo com as suas respostas, ela elabora um dossiê completo com informações valiosas do que fica melhor no seu biotipo, além do que se adéqua melhor ao seu estilo de vida.  Tudo isso é muito bem explicado em um bate-bapo via Skype.

Uma vez recebido o seu dossiê, chega a hora de colocar em prática as dicas da Érica e exercitar a criatividade montando looks.

É claro que, antes de tudo, tive que fazer uma verdadeira revolução no meu armário.

Poucos de vocês sabem, eu já fui gorda, mas parte de mim ainda tinha apego à  imagem antiga. Tem mais ou menos uns  dois anos que emagreci e venho mantendo o peso.

11174925_846137178767236_6571855805559841242_nFiquei absolutamente impressionada com a quantidade enorme de roupas inadequadas para o meu tamanho atual que eu mantinha no armário. O que mais me impressionou foi que essas roupas não eram propriamente antigas, ao contrário, muitas delas (pasmem!) foram adquiridas no último ano! Descobri que faltava em mim uma coisa muito importante: consciência corporal!

O que eu fiz? Sem dó nem piedade: o que não era mais adequado à imagem que quero pra mim ou era grande demais e não tinha como ajustar foi para doação.

Já algumas peças queridas que tinham a possibilidade de ajuste pedi para minha mãe ajustar.

O resultado eu tenho postado no Instagram.

Confesso que estou curtindo bastante essa coisa de montar looks e que tem sido muito mais prazeroso o momento de me vestir.

compre aqui!

Agora faltava ainda uma etapa da consultoria a se concluir: o momento das compras. Minha experiência de compras nos últimos anos era basicamente : me encantar com absolutamente tudo !

tumblr_muqksecWz61qf9mevo1_500

Quase sempre em uma loja de departamentos, ficava doida, querendo tudo e escolhia algo, meio correndo, no meio de uma tarde de compras para as crianças. E lógico, quase que 100% das vezes ia pra casa frustrada.

Desta vez foi completamente diferente. Talvez porque diminui a quantidade de peças do meu armário, eu tinha ele meio que armazenado na minha  cabeça ou , talvez porque eu mudei a minha relação com espelho, não sei ao certo.

Fui até a Riachuelo comprar presentes de dia das mães e o presente de aniversário da minha afilhada e, como de costume, meu marido disse que eu podia escolher algo pra mim, já que também sou mãe.

Minha filha, que costuma me acompanhar nessas saídas, estranhou bastante meu comportamento e disse: “mamãe tem tanta coisa legal porque você não está querendo tudo como sempre?” Demorei um pouco pra responder, já que eu estava pensando loucamente no que tenho em casa, e disse: “Concordo com você filha, tem muita coisa legal sim mas, tem que ver se esse legal é legal pra mim.”

Comprei duas blusas, uma camiseta e uma mais arrumadinha azul cobalto em substituição a outra querida, que deixou o meu armário por estar grande demais e impossível de ajustar.

O que antes era uma experiência um pouco frustrante, já que eu sempre deixava a loja com uma sensação de que não tinha comprado tudo o que eu queria, se transformou em uma experiência bastante gratificante! Quando a gente tem o domínio do guarda-roupa conseguimos ver que nem tudo que está lá na loja é preciso, pelo menos não neste momento.

Foi libertador entrar e sair da loja apenas com aquilo que eu achei apropriado e necessário, senti minha auto-estima lá em cima!

Se interessou pela consultoria? Vai no site da Érica Minchin e veja se tem alguma que cabe no seu bolso.

Tá dura? Não tem problema! Acompanha o Dossiê de Estilo no YouTube, a Érica dá dicas ótimas por lá.

 

Anna Carla

Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente