moda

Look do dia? Não “a lôka do dia” mesmo!

Porque “look bom”  tem mais a ver com se sentir bem com você mesmo do com o que você está vestindo.

E aí que a Glória Calil elencou 10 itens que podem envelhecer  dez anos ou mais qualquer mortal, de qualquer idade.

Peguei essas informações e fui processando. Fica complicado alguém que não entende de moda (eu) achar sua identidade visual quando volta a ter o corpo de 20 e poucos anos aos quase 40.

Glória Kalil - divulgação
Glória Kalil – divulgação

Uso camisas com calça jeans quase o tempo todo, especialmente com sapatilhas ou sapatos baixos nos pés. É o tipo de roupa prática para alguém como eu que tem jornada dupla, às vezes tripla, com filhos pequenos e tal. Pois então, para Glorinha tô aparentando 50 anos! Pode isso produção?

E o look (odeio essa palavra, já disse isso aqui?) mais formal então ? Sou advogada, lembra? Uso calças de alfaiataria, eventualmente um tailleur, um vestidinho tipo “chemise”… Tudo isso para Glorinha diz velha, velha, velha!

E se eu pensar em dar uma repaginada? Usar umas saias mais curtas por exemplo? Glorinha não deixa porque tô beirando os 40. Moda vintage? É para quem é jovem! Oi?

O que me resta? Sentar de frente para o meu guarda-roupas e chorar, porque né?

Posso estar errada, se estiver mesmo pode me corrigir aí nos comentários, mas acho que estilo tem mais a ver com se sentir bem com você mesmo do com o que você está vestindo.

Blogueiras de moda

A máxima para mim hoje foi vinda de um blog de moda que tem uma pá de seguidor  quase dezessete mil curtidores no Facebook “Mais um que comprei e nunca usei, o que vocês acham?

Como assim???  Pô, comprou para pedir opinião se usa ou não?

Estamos numa época em que se fala muito em consumo consciente,  em viver apenas com o que é necessário, nunca foi tão chique comprar em bazar e brechó e a pessoa compra sem saber se vai usar! Penso que isso é uma loucura!

Até quando vai ter gente que precisa da opinião da Gloria Kalil ou dos milhares de seguidores para se sentir bem com o que veste?

Acho que tudo isso tem mais a ver com auto-estima, com se sentir bem com o espelho e principalmente com saber quem você é de verdade.

Mais uma vez ressalto, não sei NADA de moda, apenas procuro estar atenta ao que me cerca e vejo umas dicas muito bacanas em dois lugares, um deles acho que já falei aqui, é o Oficina de Estilo da Fernanda Rezende e da Cristina Zanetti, consultoras de estilo que acabaram de lançar um livro que estou desesperada para ter, dicona pro dia dos namorados  “Vista quem você é” e o lema delas é coisa linda!

Outra sugestão é dar ouvidos a alguém que está um pouco mais perto para quem mora em Santos, a consultora de imagem Érica Minchin que dá umas dicas muito legais no Facebook e na tevê no quadro Minha Vida mais Fashion que é fruto de uma parceria com o Praimar Shopping, o quadro vai ao ar em todo primeiro sábado do mês, no Programa Pedro Alcântara que passa aos sábados às 14 horas na Rede Record.

É obvio que não pego essas dicas e sigo à risca. Penso que tem uma coisa muito mais importante do que ler blogs e revistas ou ouvir consultoras de moda, é se ouvir, é sentir o que te cai bem, o que é prático, o que mostra o que é bacana no  corpo da gente.

Sobretudo, bom senso, sempre.

Anna Carla

Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

3 thoughts on “Look do dia? Não “a lôka do dia” mesmo!

  1. Conheço a Erica Minchin e acho suas dicas muito pertinentes e úteis, e bom ter gente jovem de bom senso como ela e além de tudo muito humilde, pois gente que dita moda ou similares costumam se achar o ponto final…

Comente