cotidiano

Novo horizonte

Um grande emaranhado de coisas na cabeça. Emoções represadas e sentimentos confusos.

Até  agora eu achava que estava caminhando no sentido correto, que vinha tomando as chamadas “providências necessárias” mas, como diz o astrólogo, o escorpião ensina segredos.

Então eu descobri coisas que estava escondendo até da minha sombra.

Descobri  lixo debaixo do capacho.

Vi que não dá pra ser diferente, que eu tenho que me conformar e enfrentar.

Me deparei com o medo de falhar e com a  fragilidade escondida na minha força.

Hoje uma parte do meu castelo desmoronou e descobri que ele era feito de cartas marcadas por um destino que eu nunca quiz pra mim…

O que fazer quando se descobre tanta coisa sobre si mesmo?

Sentar e chorar é uma boa opção inicialmente…

Desopila, relaxa e desembaça a visão pra se enchergar um novo horizonte, e é lá na frente que eu vou recomeçar!

*Na foto  fui clicada por Gude Brandão no Passeio Caminho do Mar em janeiro de 2009.

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

2 thoughts on “Novo horizonte

  1. Meio vago esse texto… Mas o que quer que tenha te acontecido, força aí! “Mente quieta, espinha ereta, coração tranquilo”. Grande abraço.

Comente