cotidiano

Eco-mãe: ser ou não ser? Eis a questão!

Já tem algum tempo que  eu procuro ter atitudes sustentáveis. Diminui o consumo de carnes (principalmente vermelhas), compro somente produtos da estação, reciclamos o lixo, utilizo papel reciclado no meu trabalho e também diminui a quantidade de impressões (aqui só vai pro papel o que é indispensável), controlo o consumo de água e de energia elétrica, matriculei minha filha numa escola a duas quadras de casa suprimindo a necessidade de perua escolar, ando muito a pé, enfim, eu faço o que posso.

Mas quando se tem filhos pequenos como ser sustentável? Se os pequeninos fazem uso de fraldas como fazer???

Sabe aquele dilema do copo descartável? Tem gente que defende o uso do tal copinho porque lavando um copo se gasta em média  três vezes o seu conteúdo de  água. Eu fiquei horrorizada com isso quando soube D:!

Pois então, com as fraldas a situação é mais ou menos a mesma. Muitas mulheres voltaram a usar fraldinhas de pano que agora tem design e tudo, umas fofuras! Checa aqui ó: http://www.mamaenatureza.net/, uma graça não? Também achei! Mas para mim, infelizmente, não acho viável… Com a minha rotina de “mulher maravilha” eu não teria tempo de lavar e secar tantas fraldinhas, uma pena. O que fazer então com a minha consciência ecológica???

Bem, para minimizar o consumo e o uso de fraldas descartáveis eu tenho comprado aquelas fraldas de longa duração, tipo dia e noite que aguentam uma quantidade maior de xixis mantendo o bebê seco e garantem menos trocas ao longo do dia. Durante a noite invisto nas noturnas 1 fralda= 1 noite. No mais cabe a conscientização da criança. Meu filho completou nove meses ontem e já falo a cada troca : “você fez xixi”, “você fez cocô” para que assim que ele comece a andar eu possa introduzir o piniquinho na sua rotina  como fiz com minha filha que saiu das fraldas antes dos dois anos de idade.

Como diz o meu marido,(risos) nasceu tá poluindo! Quem tem consciência ambiental de verdade não tem filhos! Parece piada mas é verdade! (risos)

Eu, como os tenho, estou mais uma vez fazendo o que eu posso…

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente