cotidiano

Refazendo backup

Engraçado como as pessoas vêm e vão na vida da gente.

Curioso como aquele que te disse outro dia “que bom te ter por perto” se cruzar com você na rua hoje apenas meneia a cabeça ou até faz que não vê.

Acontece muito com “amigos”, “colegas”, conhecidos virtuais… Engraçado mesmo que alguém que enche sua timeline de coisas bacanas, bate um super papo virtual com você se te cruzar numa cafeteria mal vai dizer “e aí, beleza?”

O que que está acontecendo com a gente??? Até parece que agora somos apenas conteúdo de um site administrado por robôs!

Muita gente deixei ir mesmo. Quando percebi que a rua da relação não era mão dupla deixei de procurar. Para algumas destas pessoas ainda guardo o afeto, a lembrança boa e o afago físico se elas aparecerem, para outras acho que nem isso. A gente vai esquecendo… Quer dizer, isso se o facebook deixar! Porque até aquela pessoa que, de tão distante,  você nem adiciona mais aos teus amigos aparece vez ou outra como sugestão de amizade por ter interesses ou amigos em  comum.

Difícil deletar alguém. Mais difícil ainda quando é alguém muito próximo, tipo família. Não tem jeito!!! Você pode dizer que me deleta, que não quer saber de mim mas o sangue tá lá, gritando meu nome pra você! É assim. Com o tempo a gente caleja e não liga mais pra este tipo de atitude venha ela de onde vier…

Por aqui eu tenho um backup de quem eu quero bem, quem eu desejo amor, paz, tranquilidade, felicidade, grana, saúde…tem gente que nem sabe que tá no meu HD mas amor e bem querer não precisa de notícia, só de endereço.

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente