cotidiano

Eu não tenho medo de assombração.

Dentre as coisas que mais gosto de fazer, sem dúvida, escrever é quase que top na minha listinha. Contudo, escrever é uma coisa que não tenho podido fazer muito ultimamente. Seja pelo meu tempo tão escasso e precioso no momento ou seja pela limitação física.

Pois é amiguinhos, ela, a artrite reumatóide, voltou a me assombrar. Mas eu não tenho medo dela não. Aguentei muito tempo sem remédio algum, engravidei e meu filho está aí, saudável, mamando em meio seio limpo de medicação quase que de hora em hora… é muito maravilhoso ser capaz de nutrir uma criança no seio! O quanto eu puder prolongar isso irei fazê-lo.

Depois de dois anos voltei ao shiatsu e à acupuntura, aos poucos estou retomando o tratamento homeopático… o que está me fazendo falta no momento é o tratamento psicoterápico, este sim, me ajudou muito na gestação para que meu Joaquim crescesse livre de medicação.  Estou numa alta forçada pelo pós parto mas sinto que devo retomar este tratamento o quanto antes para me manter amamentando.

Portanto não liguem se eu sumir um pouco, não é que tenha desgostado de escrever, estou apenas poupando tempo e mobilidade para amamentar meu filho.

Quanto as estórias, as vivências, essas estão povoando minha mente e meu imaginário para que eu tendo disponibilidade e disposição coloque aqui pra quem se interessar…

A vida está boa demais! Meus filhos estão cada dia mais lindos, saudáveis e felizes, meu marido um super companheiro como sempre e eu aos poucos estou voltando a trabalhar além de dar conta de uma vida de mãe e dona de casa.

Acho que não posso me queixar, só posso me colocar nas mãos de Deus e pedir só mais saúde pra desfrutar disso tudo que já tenho.

A assombração? Deixo ela pra lá!

Beijoabraçoapertodemão.

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente