cotidiano

Gerando.

Hoje sou casa. Abrigo alguém que nem conheço mas já amo descontroladamente.
Este amor me deixa confusa, ansiosa e por vezes saudosa de mim.
Ai que saudade lascada da mulher que eu sou!
A barriga avança no tempo e no espaço, rouba diariamente um pouco mais do meu espaço que é a cada dia desses menos meu.
Talvez por isso eu tenha querido tanto ficar quieta e sozinha no meu canto. Por mais sozinha que eu queira ou precise estar eu não estou, nem vou estar, pelo menos por um bom tempo.
Ele está aqui, se desenvolvendo no meu ventre, me enchendo de hormônios que não são meus e incertezas que se apropriaram de mim…
E acho que esta é toda a invasão que posso suportar.
Neste momento, só posso gerar.

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

1 thought on “Gerando.

Comente