cotidiano

Ah! O agora.

Muitos tem me perguntado como estou me sentindo depois das últimas mudanças que aconteceram na minha vida recentemente. A única palavra que me ocorre é LIVRE. Isto mesmo estou me sentindo LIVRE.

Livre para amar na hora que eu quizer, livre para escrever, estudar, trabalhar no que realmente gosto, livre para estar com os meus, e por que não dizer livre para estar sozinha.

É curioso como este sentimento de liberdade pode ser contraditório quando ele é examente proporcional ao controle do meu tempo. Liberdade e controle, nunca pensei que pudessem estar relacionados.

Uma coisa é certa, depois de tudo o que eu passei e do que eu aprendi eu garanto: nada nem ninguém me invade mais!

Ah o agora! Esse café fresco, essa chuvinha que cai suave lá fora… me remetem a uma época em que eu tinha liberdade e  controle sem precisar me impor como tive de fazer recentemente.

Trilha desta época boa: Lloyd Cole and the Commotions.

 

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente