cotidiano

A foto, empatia.

Uma lembrança.

De uma parede descascada, de uma roupa fora de moda, de um brinquedo que não existe mais.

Uma saudade.

De um lugar, de um cheiro, de uma voz, de uma pessoa que não está mais aqui.

O conteúdo de um recipiente que se quebrou e  tem que se guardar, arranjar uma outra casca pra armazenar.

São coisas boas que vão esperar a outra hora, “pra depois da vida”.

 

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

1 thought on “A foto, empatia.

Comente