cotidiano

Pelos poderes de Juninho Bill!!!

É curioso como a maternidade vem revestida de um sentimento de superpoder. No fim da semana passada minha menina contraiu uma daquelas viroses hediondas que dão de tudo mais um pouco. Depois de uma noitada no hospital minha filhinha me chamou pra dormir  com ela em sua cama…Na mesma hora me veio a letra da canção na cabeça: “eu tenho a força, sou invencível, vamos amigos, unidos venceremos a semente do mal” e fui! Resultado: adoeci com ela, fritamos de febre juntas, vômitos, diarréia e tudo o que dá direito uma bela virose. Durante todo o último fim de semana eu só conseguia pensar “Deus se eu estou podre assim como é que ela aguenta???” Sem dúvida as crianças são bem mais resistentes do que nós, prova disso é que a recuperação dela se dá em passos mais largos do que a minha, gracias.

Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente