cotidiano

Relatos do interior

Aos poucos as coisas foram tomando seus lugares e tudo já está quase terminado.

Faltam apenas alguns detalhes que a rotina se encarregará de colocar nos eixos.
Impossível não transbordar felicidade estando neste lugar. Uma sensação de vida no interior, de casa no campo, onde se adormece com o ventinho frio da montanha e se desperta com passarinhos cantando ao amanhecer…Que delícia!
Fiquei forçosamente desligada do mundo nos últimos dias, sem televisão, sem telefone ou internet, e levei uma vida tão pacífica que me deixou abismada até agora! Ainda me pego estranhando os comerciais da tevê, tudo tão imediatista e urgente: “compre! Vá! Seja! Aproveite que é só hoje!!!” Afff! Não senti falta dos noticiários, tão dramáticos e desesperados e da propaganda política tão descarada… Tudo isso é perfeitamente dispensável, viveria sem numa boa. Vivendo pacífica no interior… Da minha casa!
Estou gostando da paisagem, do sol que invade todas as janelas, dos cachorros latindo e da ausência quase absoluta de vozes humanas… Isso é que é paz!
Minhas gatas e minha filha também estão entrando nesse ritmo mais relaxado e tranqüilo.
Eu e o marido estamos finalmente conseguindo levar uma vida sustentável, consumindo menos água, energia e a nossa energia que fica de sobra pra nós. Aqui tem coleta de recicláveis, olha que incrível!!! Passa religiosamente toda quarta-feira, pra completar estamos freqüentando um mercado que fornece caixas de papelão ao invés de sacolinhas plásticas e as idas até lá passaram a ser semanais pra comprar somente o essencial.
Agora tenho certeza, menos é mais!

Anna Carla

Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente