cotidiano

E já chega a hora de partir novamente.

Minha querida, é evidente que se sente a falta das pessoas, do que elas são na essência, mesmo que ainda em projeto. O que é difícil para você compreender, por enquanto, é que independente de onde você esteja a vida segue seu curso. Desta forma você fez novos amigos, numa cidade que você não gosta muito é verdade, mas certamente você sente ou sentirá falta deles.
Gostaria de te ver menos rebelde e triste, todavia entendo perfeitamente seus motivos.
Estou muito orgulhosa de vê-la tão crescida e bonita. Eu também queria que você ficasse perto de mim pra sempre, para eu te acompanhar, te ver crescer como pessoa; mas isto seria egoísmo demais.
Como sua madrinha eu preciso abrir seus olhos para a grande oportunidade que a vida está te oferecendo neste momento. Esta cidade onde você nasceu é pobre em oportunidades, eu adoro morar aqui, mas amargo com esta decisão que me proporciona uma vida profissional limitada. Meu marido trabalha em outra cidade e eu, como se diz, vivo na corda bamba, “catando papel na ventania”. Não sei se o amor enorme que sinto por você me permite imaginá-la passando por isto.
Sei também que você tem muitos amigos que te amam por aqui, mas sinto em dizer que amigos não pagam as nossas contas. No entanto quando a amizade é verdadeira não existe distância que a apague, sou a prova viva disto! Meus melhores amigos moram longe de mim e nem por isto deixamos de nos amar e de nos ver quando nossas agendas permitem.
Você está morando próxima de uma das melhores universidades do país. Detalhe: universidade pública! – aproveite querida! Estude, estude muito, se jogue neste universo dos livros para se tornar uma pessoa melhor ainda do que você já é!
Imagino que o seu relacionamento com sua mãe pode estar difícil, com suas tias também. Que você sinta falta do colo da avó e das “regalias” que a gente te dá, mas tenho certeza que se você se dedicar aos estudos vai se distrair e a saudade vai amenizar. Além do mais não existe mãe no mundo que veja razão pra brigar com um filho dedicado nos estudos, responsável e que prioriza o seu futuro.
Eu te quero tão bem que desejo ardentemente que você se dê bem nesta vida, saiba que seu nome figura diariamente nas minhas preces, para que seu coração se aqueça com meu amor onde você estiver e que seu caminho seja sempre iluminado.
E você vai partir outra vez, mas agora estou certa de que a saudade sempre tem hora pra terminar.
Anna Carla
Mãe, advogada e blogueira. Amo gatos, plantas e vida simples. Escrevo por prazer.

Comente